Microdermoabração

A microdermoabrasão, também conhecida como esfoliação mecânica, é um método para melhorar a pele (no rosto) que usa um dispositivo de ponta de diamante para varrer a camada mais externa da pele. 

O mecanismo é simples: as pontas de diamante desgastam a superfície da pele, enquanto sugam o desperdício produzido e, assim, as células mortas são removidas e a conseqüente regeneração dos tecidos é propiciada. 

É um procedimento não cirúrgico, que é realizado no consultório do dermatologista; sendo um método seguro e não doloroso para a pele. 

O tempo de tratamento é de apenas 40 minutos. Após a conclusão, o paciente pode retornar às atividades diárias. 

Pode ser feito em pessoas jovens e idosas, e é indicado para todos os tipos de pele.

Oferece a possibilidade de preparar a pele para combinar outras modalidades terapêuticas (peeling químico, laser e / ou luz pulsada intensa) e pode ser apropriado para estabelecer uma manutenção pós-tratamento. 

São recomendadas 6 sessões com intervalos que variam de 4 a 15 dias para produzir o efeito desejado. 

Efeitos sobre a pele.

A microdermoabrasão remove as camadas superficiais da pele morta e opaca, estimulando a renovação e aumentando a produção de colágeno. 

Muitos pacientes observam mudanças radicais no tônus, textura e cor das áreas tratadas desde o primeiro tratamento. 

Tem os seguintes efeitos:

• Aumenta a microcirculação nos capilares, melhorando o fluxo de oxigênio e nutrientes.

• Remove e estimula a camada mais superficial da pele, dando origem a células novas e ativas.

•  Eliminar as células mortas da pele.

• Suaviza e elimina pequenas rugas.

• Unifica a cor da pele.

• Melhora as  cicatrizes de acne e outras cicatrizes menores.

• Reduz as estrias.

Efeitos colaterais:

Existem vários efeitos indesejáveis, geralmente transitórios e não importantes. Tais como um leve eritema ou vermelhao e ligera sensação de queimação. 

Pode observar ressecamento transitório e descamação muito suave pela própria esfoliação.

Contraindicações

Podem ser relativas ou absolutas e incluem:

infecções locais com possibilidade de disseminação

Gravidez

Acne inflamatória

Diabetes mellitus não controlada

Utilização de isotretinoína (a suspender 6 a 12 semanas antes do procedimento)

Infecção pelo vírus da hepatite 

Cicatrização quelóide

Distúrbios de coagulação

Uso de anticoagulantes orais

Queimaduras solares