Abdominoplastia

Cirurgia para eliminar o excesso de pele e gordura do abdomen e tonificar os musculos da parede abdominal.

É útil em pacientes com deformidades abdominais após a gravidez, perda de peso corporal por cirurgia bariátrica, dieta e exercício que tenham levado a perda de peso rápida e extrema, ou cirurgias complicadas do abdômen.

Técnica cirúrgica que pode melhorar sua aparência e recuperar a autoconfiança, com bons resultados, com nível reduzido de riscos e complicações. Pode ser realizada sozinha ou em combinação com lipoaspiração.


Como a cirurgia é planeada?

Em primeiro lugar é feita uma consulta com o cirurgião plástico onde é feita a avaliação geral do paciente incluindo o seu historial pessoal e familiar e se especificar se tem operações abdominais prévias. Caso o paciente seja fumador, deve abdicar de fumar quatro semanas antes da cirurgia. 

É explicado ao paciente qual o comportamento a seguir até à cirurgia bem como os riscos e possíveis complicações da mesma.

Um check-up pré-operatório é indicado.

A reconsulta é realizada e, se não houver contraindicações para a cirurgia, a consulta anestésica é realizada e a intervenção cirúrgica é agendada.

Procedimento cirúrgico.

Explica-se ao paciente em que consiste a operação, os riscos e possíveis complicações que o mesmo aceita mediante a assinatura do consentimento informado

A cirurgia é realizada numa sala de operação, totalmente equipada, respeitando a esterilização, com anestesia regional ou geral, dependendo do paciente e avaliação cirúrgica.

São feitas fotografias pré operatórias para comparar os resultados pós-operatórios.

O planeamento ou marcação pré-cirúrgica é realizado.

A cirurgia dura de duas a três horas.

Procede-se a incisão do quadril ao quadril na púbis, descolando a pele que é retirada para os apêndices xifóide deixando o umbigo, na sua posição normal, os músculos abdominais são apertados e subsequentemente o excesso de pele e tecido gorduroso são removidos. Os drenos de sucção são deixados e removidos no segundo dia após a cirurgia.


Pós-operatório:

  • Repouso entre três e quatro semanas.
  • Mobilização precoce.
  • Antibioticoterapia profilática.
  • Analgésico e anti-inflamatório.
  • Revisão aos sete dias.
  • Retirada da sutura após duas semanas.
  • Cinturão elástico durante um mês.