Procedimentos Ginecologicos



NÃO TENHA MEDO PARA VIR À GINECOLOGISTA !!!

Mais que tratar aflições e problemas, a medicina ginecológica deve ser uma ferramenta preventiva.

Marque uma consulta para realizar os seus exames ginecológicos anuais e fazer testes para detetar problemas que podem ter consequências graves. 

Sabia que muitas infecções ou doenças sexualmente transmissíveis não apresentam sintomas nas mulheres até se tornarem problemas graves? 

Os exames e analises ginecológicos podem detetar estes problemas em tempo útil, permitindo ao seu médico realizar um tratamento minimamente invasivo.

Prevenção é saúde.


Sabia que as infecções vaginais são uma das situações mais frequentes de visita ao ginecologista ?

Seja como problema isolado ou acompanhado de outros problemas, as infecções vaginais são frequentes e devem ser tratadas com urgência.

No caso de ter secreções vaginais marque de imediato uma consulta ginecológica com testes rápidos incluídos como fazemos na Clínica Máxima, e saía da nossa Clínica com resultados e tratamento em menos de uma hora.

Preparação prévia para fazer testes rápidos e outros procedimentos ginecológicos:

1. Coordenar a marcação da consulta para uma data em que não esteja menstruada, ou deve deixar passar pelo menos 3 dias depois ao desaparecimento do sangramento.

2. Evitar usar tampões ou desodorizantes vaginais.

3. Não ter relações sexuais 72 horas antes da consulta.

4. Não aplicar óvulos, banhos ou cremes vaginais 


Procedimento Ginecológico:

a) Testes rápidos para estudo de secreção vaginal: 

O médico recolhe amostras da secreção vaginal e com base no resultado dos testes, indicará tratamento e controles certos.

Somente em alguns casos será necessário realizar:

  • Prova de Papanicolau para descartar a presença de outras condições ginecológicas;
  • Colposcopia que se indicará se o seu colo de útero apresenta alguma anormalidade 

 

O que você deve saber sobre:


PAPANICOLAU 

O que é?

É um teste simples que consiste em tomar uma pequena amostra de tecido do colo do útero a ser analisado em laboratório, para detetar a presença de células anormais ou cancerosas,  é feito em aproximadamente três minutos e não causa dor.

Para que serve?

Serve para diagnosticar anomalias em células das paredes do colo do útero. A citologia permite que o cancro do colo do útero possa ser detetado no seu estágio inicial, o que permite realizar um tratamento imediato, aumentando assim a possibilidade de eliminar a doença.

Quem deveria fazer este teste?

Todas as mulheres sexualmente ativas, ou todas as mulheres com mais de 21 anos de idade, mesmo que não tenham relações sexuais com penetração, devem fazer uma citologia pelo menos uma vez por ano ou com a frequência indicada pelo médico.

Com que frequência deve ser feito?

A citologia deve ser realizada pelo menos uma vez por ano. Em alguns casos, é necessário realizá-lo em intervalos de tempo menores, dependendo dos resultados da citologia anterior e de acordo com a recomendação do médico ou profissional de saúde.

Quanto tempo leva o resultado?

A entrega do resultado demora aproximadamente 7 dias.

Se o resultado for satisfatório:

Diante de um resultado satisfatório, você não pode, nem deve baixar sua guarda. É importante realizar uma nova citologia no espaço de um ano, uma vez que as lesões pré-cancerosas e o cancro do colo do útero podem não apresentar qualquer sintoma no estágio inicial.  

Se o resultado não for satisfatório:

Se os resultados da citologia forem suspeitos a Ginecologista indicará outros exames como:

  • Colposcopia
  • Biópsia
  • Teste de HPV


COLPOSCOPIA: 

É um procedimento simples, que leva de 15 a 20 minutos e é realizado pela ginecologista com um aparelho denominado colposcópio.

O que é um colposcópio?

É um dispositivo que associa uma luz brilhante a uma lente de aumento para facilitar a visualização do tecido do colo do útero e permite ao ginecologista identificar problemas invisíveis a olho nu, através da aplicação de uma solução que vai colorir de forma diferenciada as lesões provocadas pelo HPV entre outras no caso de que estas estejam presentes.

Indicações de colposcopia:

  • Se o resultado do seu teste de Papanicolau indicar alterações de células cervicais anormais;
  • Diagnóstico de lesões benignas e acompanhamento da normalização do colo do útero;
  • Acompanhamento durante e depois da gravidez para lesões de baixo grau do colo do útero;
  • Acompanhamento de lesões de alto grau do colo do útero;
  • Diagnóstico de doenças na vulva (Vulvoscopia);
  • Diagnóstico de doença no pénis (Penescopia)
  • Se tiver um teste de HPV positivo para os tipos 16/18 com ou sem alterações na citologia.


O que é o HPV?

É o vírus do papiloma humano (HPV), adquirido através das relações sexuais, e que é reconhecido como causa de quase todos os casos de cancro do colo do útero, motivo pelo qual a Clínica Máxima, insiste que realize um teste rápido para detetar a tempo a presença deste vírus.

Se o teste rápido para detetar a infeção de HPV for positivo significa que tenho cancro do colo do útero?

       Não; da infecção pelo HPV até o cancro do colo do útero geralmente é demorado o que dá a oportunidade de detetá-lo e tratá-lo. 

O cancro invasivo pode prevenir-se em quase todos os casos ao aplicar estratégias de prevenção!

Para prevenir pode agendar um consulta e fazer o teste de HPV e o Papanicolau, estes exames estão incluídos no “Programa de Prevenção do Cancro do Colo do Útero” na Clínica Máxima.

O Cancro do colo do útero é uma das primeiras causas de morte feminina.

A Clinica Máxima tem o Programa de prevenção do cancro do colo do útero para garantir uma boa saúde sexual e reprodutiva.


Prevenção contra o Cancro do útero

Recomendamos um controlo anual com:

  • Teste rápido para detetar presença de HPV. Se for negativo deve vacinar-se. Se for positivo fará o acompanhamento protocolizado na consulta de Patologia do útero.
  • Realizar anualmente o Papanicolau (Citologia cervical) mais a colposcopia, especialmente se :        

  1. Tiver infeção diagnosticada de HPV (16/18).
  2. Se iniciou relações sexuais precocemente.
  3. Se tem mais de um filho.
  4. Se tem muitos companheiros sexuais ou se o parceiro tenha muitas companheiras sexuais 
  5. Se ambos tiveram anteriormente diagnosticada alguma doença de transmissão sexual.
  6. Se tem antecedentes de danos no colo do útero.
  7. Se fuma ou convive com pessoas que o fazem.
  8. Realizar Papanicolau no mínimo até aos 65 anos de idade.
  9. Toda mulher de idade avançada com sangramento vaginal devem fazer consulta


Prevenção contra o Cancro de mama

Realizar a consulta anual para exame físico de mama especialmente se:

  • Tem 40 anos ou mais.
  • 30 anos com um só filho.
  • Mulheres que nunca tiveram filhos
  • Se teve a primeira menstruação antes dos 12 anos.
  • Se teve menopausa depois dos 55 anos.
  • Se fez uso de terapia de substituição hormonal por mais de 5 anos.
  • Se está obesa.
  • Se na família tem algum falecido pelo cancro de mama.

Para marcar sua consulta pode ligar pelos nossos telefones: 917 753 834 / 930 703 362
Estamos em: Ave. Comandante Valodia no. 106, Maculusso, Ingombotas.